AfroGames GE participará das classificatórias para NFA

Equipe de Free Fire do AfroGames começa sua caminhada na NFA Challenge nesta sexta-feira

O AFG-GE, line up profissional mista de Free Fire do projeto AfroGames, participará na próxima sexta-feira, dia 10 de Junho, do campeonato NFA Challenge. A equipe estreia na competição às 13:00h, os 6 melhores se classificam para a NFA Division, campeonato que de acesso para Liga NFA e que distribui pontos no ranking para a Liga das Américas. A line vem treinando fortemente e está muito empolgada para disputar um dos maiores torneios do cenário competitivo no brasil. Os jogos terão transmissão ao vivo através dos canais oficiais da NFA, no YouTube e na BOOYAH!!.

Para Addyson “Fallen” Ferreira, capitão da equipe, a preparação e o empenho para conquistar a vaga não vão faltar, o IGL da line promete que lutará até o final para passar de fase no torneio.

“Estamos bem felizes em participar da qualificatória da NFA. Há muito tempo estamos buscando esta oportunidade de poder nos testar e enfrentar as principais organizações do país. Estamos unidos e com forte ritmo de treino, podem ter a máxima certeza que lutaremos pela classificação até a última queda”, detalha Fallen.

O campeonato é dividido em três fases: fase classificatória, semifinal e final. Na primeira fase, 144 times equipes se dividem em 12 grupos, cada um com 12 equipes. Para as semifinais, os dois melhores colocados de cada grupo avançam, formando três novos grupos, também doze equipes. Já a final é realizada com 12 equipes, as quatro melhores de cada grupo, que serão inseridas no mesmo grupo e disputam contra si a sonhada vaga para a NFA Division.

Vale ressaltar, que o AFG-GE está inscrito para a série C da LBFF, que acontece no segundo semestre de 2022. O projeto é uma parceria do AfroGames e do GE. O time é formado pelo quinteto Helder “Helderrs”, Addyson “FallenX RJ”, Maria ” ATROPELA”, Daniel ” Messi” e Eric ” Ericrj”, todos moradores de favelas cariocas que recebem bolsas de auxílio no valor de um salário mínimo, além de uniformes, apoio psicológico e todo suporte necessário para terem o melhor desempenho nas competições.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.